BLOG DO RONY CURVELO

Espero que todos os que acessem este blog e demonstrem interesses pelos artigos aqui escritos, possam contribuir com suas opiniões e observações.

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

SOMOS PRODUTO DO MEIO

Ao contrário dos milhares de palpiteiros e desentendidos no tema, achei as discussões, brigas no Senado, extremamente saudáveis à vida pública e ao Congresso.

Só e apenas só no debate e na troca de palavras dos homens públicos, representantes do povo, sejam eles da nação que for, é que evoluiremos. O mundo como um todo ainda está em formação e até que estamos bem adiantados.

Vocês já viram algum deles chegar às vias de fato? Nas últimas décadas apenas houve um episódio quando Raul Jungmann e outros fortões tentavam entrar no Senado na marra e foram detidos pelos seguranças. Mas entre senadores e deputados, seguramente nunca vimos.

Para ser fiel a história, no passado houve um episódio com morte no Senado, mas em nada muda o conceito do meu artigo. Foi uma fatalidade!

Mas aqui posso listar alguns países cujos políticos já foram às vias de fato, especialmente na zen, espiritual e paciente Ásia: Japão, Tailândia, China, Singapura, apenas para mencionar estes. Já vimos troca de ponta pés e pancadas na educada e milenar Espanha, na Inglaterra e por ai vai.

Logo, pelo menos neste sentido, estamos na frente. Apenas falamos mal, gritamos, trocamos olhares fulminantes, apontamos os dedos em riste uns aos outros, merda pra lá, merda pra cá e só.

Mas o que me moveu a escrever este artigo foi o fato de termos esquecido que somos produto do meio. O Senado Federal é o produto do meio e ficamos aqui do lado de fora achando que somos diferentes e melhores do que lá estão. Acordem! Somos iguais.

No Senado, há o ladrão, o esperto, o que pensa que é esperto, o brigão, o dissimulado, o falso, o picareta, o maquiavélico, o bandido, o assassino, ainda há o bom, o mau, o ingênuo, o que se faz de ingênuo, o bufão, o medroso, o mal caráter e o bom caráter, o mentiroso, o falastrão, o bondoso, o bom de voto e o ruim de voto, por isto é suplente.

Amigos, estamos representados!

Estranha-me muitas vezes a oposição, subir ao pódio e falar de ética. O PSDB apenas para lembrar, foi quem vendeu a Vale do Rio Doce, com direito a explorar as riquezas do solo brasileiro por quatro bilhões de dólares, sendo a metade financiada pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador e vendeu a ATLAS, companhia de elevadores, por 1.4 bilhão de dólares. Compare os valores e importância das empresas, por favor!

Foi o partido que comprou por até R$ 200 mil reais o voto para ver aprovada a reeleição do Presidente FHC, entre várias coisas mais.

Para falar do PT, e não ser chato, limito-me a relação de escândalos abaixo

Mensalão
Dólares na Cueca
Os Vampiros- Ministério da Saúde
Caso Waldomiro Diniz
Escândalo dos Correios
Operação Sanguessuga
Escândalo dos Bingos
Quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo
Caso Brasil Telecom
Caso Daniel Dantas
Grampos da ABIN
Dólares de Cuba
Dólares na cueca
Gamecorp
SEBRAE ou Caso Paulo Okamoto
Caso Marka/Fontecidam
Corrupção do diretório nacional do PT
Republica de Ribeirão Preto
Irregularidades no Fome Zero
Escândalo das ONG’s
Caso Henrique Meirelles
Caso Cássio Caseb
Escândalo do Dossiê da família do ex-presidente FHC
Escândalo dos cartões corporativos

A lista não acaba aqui, mas cansei de listar tantos escândalos.

Por outro lado entra em cena um dos donos da moralidade no Brasil. Pedro Simon, o pai do assessor da Ieda Crucis que está respondendo a uma série de acusações por desvio de verba e dinheiro de campanha não declarado. Simon, aquele que quando ministro da agricultura do Itamar, comprou carne da região de Chernobyl e envenenou aos que consumiram.

Ele branda e fala sobre ética!

Jarbas Vasconcelos de Pernambuco, quem não conhece que compre. Pergunta ao Eduardo Campos, governador do Estado quem é Jarbas. Por que eu não vou contar não!

Jarbas, não cansa de falar de ética!

O Senador Arthur Virgílio quando se defendia na tribuna, durante o processo que correu no Conselho de Ética, falou que segundo um estudioso amigo dele, o político que tinha fazenda e cabeça de gado, era por que lavava dinheiro. O que estaria pensando naquele momento Sérgio Guerra, aliado do Arthur e presidente do PSDB.

O senador Pernambuco tem uma bela fazenda perto de Limoeiro com incontáveis cabeças de gado. Eu conheço!

O dono da moralidade Arthur, ainda pediu dinheiro emprestado a Agaciel, diretor Geral do Senado, o mesmo que agora é chamado de Capeta. Pagou com verba do gabinete um funcionário fantasma. Por sinal, prática muito comum, entre os políticos. Eu arrisco a dizer que 99.999999% dos políticos com mandato, tem funcionários fantasma. Eu sei! Eu conheço!

Mas ele falou de ética!

E nós que tanto falamos sobre ética e cobramos dos nossos representantes comportamento que juramos que jamais teríamos. Somos todos hipócritas!

Falou-se tanto no Sarney que atendeu a um pedido de uma neta para dar emprego ao namorado. O tema foi tratado, como se Sarney tivesse cometido o mais horrendo e pior dos crimes.

Perguntem-se: Quem de nós, tendo um dos homens mais poderosos do país, presidente do Senado como avô, não faria o mesmo? Responda!


Para finalizar lamento dizer, que como produto do meio, nós não somos diferentes deles. Somos representados por um semelhante. A ocasião, faz o cidadão!

6 comentários:

  1. Olá Rony,
    Acredito que somente uma minoria não esteja ciente da gravidade dessa parafernália de escandalos que você citou. Concordo também que a maioria de nós somos um bando de "macacos interesseiros" acostumados a querer levar vantagem em tudo e pricipalmente ser um apaniguado político, mas por favor não me inclua nesse saco de merda. Sempre trabalhei no setor privado ( sempre paguei pelo meu direito de existir), nunca prestei um concurso público, pois nào consigo conviver com essa corja de sanguessugas. Outra coisa, a corrupção mina a confiança no país e atravanca a inovação e o progresso. Quer um exemplo veja a diferença entre o norte da Itália e o sul. Enquanto o norte é desenvolvido devido ao ato de comerciar, o que exige confiança mútua e integridade, o sul é subdesenvolvido,pois só dá mafioso por lá.Para terminar, também sou favorável que o Sarney continue por lá, pois assim ficamos sabemos da podridão dos outros também. Outra coisa que é muito interessante, hoje vivemos numa época de informação barata e abundante,logo, quaquer deslize está na mídia em segundos. Pena que os nossos políticos e nosso povo ainda não perceberam isso, pois são uns caras de pau mesmo, que confiam na impunidade, mas podemos mudar isso. Você mesmo pode colaborar muito para isso, pois tem uma arma na mão que é a mídia. É só os nossos colunistas e ancoras sairem da frente das telas dos seus computadores e de suas salas com ar condicionado e terem a coragem de convocarem a população para botar o time na rua, já que abaixo-assinados e movimentos via intenet não adianta nada. Adorei sua volta ao "Noticias e Mais", pois já não estava mais aguentando o Show de futilidades do Leão e da Adriana. Sem você, o programa fica com jeito da revista de futilidades "CARAS". Sucesso e bom retorno. Edson Vergílio. EMail: vervebr@yahoo.com.br.

    ResponderExcluir
  2. O Senado é o "espelho," refletindo a moral do povo brasileiro.
    Cada povo tem o governo que mereçe.

    ResponderExcluir
  3. RONY,adoro te ver no programa do LEÃO.
    O seu blog é muito útil, pois com ele nós brasileiros aprendemos muito sobre política.abraços!

    ResponderExcluir
  4. Ola! Rony, li esse artigo e não pude deixar de opinar sobre ele, a fatalidade a que vc se refere nesse artigo é o tiro que o senador Arnon de Melo deu no então senador Silvestre Péricles onde errou o alvo e acabou acertando e matando o senador José Kairala ? Rony, eu concordo quando vc diz que temos atitudes e pensamentos parecidos de acordo com a cicunstância, agora vc vir querer defender ou tentar diminuir o tamanho da sacanagem que o Sarney e seu pelotão de choque está fazendo, é perda de tempo, o que eu entendi é que vc está dizendo que no Brasil foi assim, é assim e sempre será assim, eu acho que esses políticos engessados já deveriam procurar outro meio de ganhar a vida, ou procurar um jeito de gastar o dinheiro que roubaram da gente e o Sarney, o Renan e o Collor não chegam nem perto da índole do Pedro Simon e do Jarbas Vasconcelos.
    Sem Mais

    ResponderExcluir
  5. Olá Rony.

    Gostaria de dizer que te admiro muito, pois a tv brasileira precisa muito de profissionais como você, que tem capacidade, inteligência, e competência...

    Amo também a Adriana e o Leão, são excelentes profissionais!!!!!

    Apesar de ter apenas 14 anos, sei o que é um programa que contém conteudo, e o exemplo claro disso, é o "Notícias e Mais".
    Descobri a existência desse programa recentemente, mais estou amando...

    Um beijo e um abraço a todos os profissionais da CNT.

    Bruno Santos
    São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  6. Esta é a democracia do candidato ficha-suja;
    do suplente biônico; do aluguel de legendas;
    da troca-troca de partido; das doações ocultas;
    da compra de voto; do personalismo eleitoral; do
    voto de cabresto; do puxador de voto; do voto obrigatório. Votar é crime. É como comprar droga, que financia os traficantes. Estou fora disso.

    ResponderExcluir